Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas

HISTÓRICO

Criada por meio do Decreto Nº 40.636 de 07 de maio de 2019, a Ouvidoria do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas tem como objetivo atuar na instancia de participação e controle social.

Ela é responsável pelo tratamento das manifestações relativas às políticas e aos serviços públicos prestados sob quaisquer forma ou regime, com vistas à avaliação da efetividade e ao aprimoramento da gestão pública.

Dentre essas manifestações, a ouvidoria recebe reclamações, denúncias, elogios e sugestões, ficando a cargo do cidadão requerente o sigilo ou não de sua identidade.

Ouvidor do CBMAM

TC QOBM Alecsandro Leal da Silva

Fale Conosco

LAYOUT SITE 2

AÇÕES DA OUVIDORIA

CBMAM inicia capacitação para projetos de combate a incêndio

O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), por meio da Diretoria de Atividades Técnicas (DAT), em parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM), iniciou na tarde da segunda-feira (13/05) o 1º Curso Básico de Elaboração e Análise de Projetos de Combate a Incêndio.

De acordo com o comandante geral do CBMAM, o coronel BM Danízio Valente, o objetivo do curso é otimizar a tramitação dos projetos e análises. “O CBMAM e o Crea são duas instituições que estão alinhadas na prevenção contra incêndio e pânico nas edificações, buscando um melhor atendimento para a sociedade. O curso é destinado àqueles profissionais que trabalham com projetos de prevenção contra incêndio, sejam eles engenheiros, arquitetos ou bombeiros militares”, frisa o comandante.

O coordenador da capacitação, tenente-coronel BM Sulemar Barroso, explica que a importância do nivelamento para os profissionais está focada no trabalho preventivo.

“A Lei 2.812/2003 determina que todas as edificações, com algumas exceções, atendam algumas instruções técnicas que variam desde uso simples do extintor até a utilização de hidrantes. O nosso objetivo é nivelar conhecimentos tanto entre os militares, que são responsáveis pela análise dos projetos, quanto os engenheiros, que são os profissionais que elaboram o projeto. As Constituições Federal e Estadual atribuem ao Corpo de Bombeiros a prevenção e o combate a incêndios, e uma das formas de prevenção é por meio do conhecimento”, afirma o tenente-coronel.

Para o engenheiro civil, Jaime Roberto, o principal interesse pelo curso é adquirir conhecimento para trabalhar em projetos de segurança. “Pretendo atuar na elaboração de projetos de prevenção contra incêndios e controle de pânico. O melhor de tudo é que o órgão que fiscaliza é o mesmo que tomou a iniciativa de ofertar essa capacitação, então é um privilégio poder participar”, disse.

A capacitação possui carga horária de 20h/aula e conta com a participação de 30 alunos, sendo 16 bombeiros militares que atuam na análise desses projetos e 14 engenheiros credenciados no Crea-AM.

LAYOUT SITE 2

CBMAM inicia novo curso de capacitação para Engenheiros e Arquitetos

Ao menos 54 profissionais entre engenheiros, arquitetos e bombeiros militares participam, na tarde desta segunda-feira (27/05), da 2º turma do Curso Básico de Elaboração e Análise de Projetos de Combate a Incêndio, promovido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM). Desta vez, a parceria para a capacitação é com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Amazonas (CAU-AM).

O ouvidor do Corpo de Bombeiros e coordenador do curso, tenente-coronel BM Sulemar Barroso, explica o funcionamento do curso, bem como o passo a passo da regularização de um imóvel.

“Algumas pessoas até acham que o Corpo de Bombeiros vai regularizar uma atividade, mas na verdade nós regularizamos a edificação conforme sua atividade e ocupação. Essas medidas de segurança vão desde a saída de emergência e o uso de extintores, até a questão dos hidrantes, que também são importantes para manter o incêndio controlado. Já para o licenciamento, o projeto é feito pelo profissional, depois esse mesmo projeto é submetido uma análise por parte da Diretoria de Atividades Técnicas do CBMAM e, por último, deve ser executado o que está previsto nesse projeto. Com uma vistoria do Corpo de Bombeiros verificando se tudo está em conformidade, o proprietário recebe no final o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros atestando que aquela edificação está segura”, disse o tenente-coronel.

O diretor-presidente do CAU-AM, Jean Faria, comenta que a parceria é pioneira e de grande importância no desenvolvimento dos profissionais que atuam no Amazonas.

“Essa é a primeira parceria em capacitação do Corpo de Bombeiros com o Conselho de Arquitetura. O curso é importante porque, mesmo que o arquiteto saia da faculdade habilitado, serve como nivelamento entre os arquitetos e os bombeiros militares. Além de facilitar e agilizar a tramitação dos projetos. O Amazonas é o primeiro estado a adotar esse tipo de medida”, comenta Jean Faria.

Engenheiros e Arquitetos – Os profissionais interessados pela capacitação devem procurar seus respectivos conselhos para mais informações do novo período de inscrições. O curso tem carga horária de 20h/aula.

Ainda de acordo com o tenente-coronel BM Sulemar, haverá a oferta da capacitação até o fim de 2019. “A determinação do comandante é que tenhamos esse curso até o fim de 2019 com semanas alternadas”, concluiu.